hiperCorreio   

Debate Vozes

     
[Anterior] [Próxima] [Responder] [Sem Formatação] [Outros Debates] [Ver Listagem]
internet chega a TV em um mes
Remetente: MARCIO  VIEIRA  DE  SOUZA  <mvsouza@eps.ufsc.br>
Data  de  Envio: 1999-12-22  00:44:44.000
Em um mês, o acesso à Internet no Brasil chegará também até as televisões
convencionais. Quem tem uma linha telefônica e um aparelho de TV poderá
navegar pela Web com o auxílio da Easy Box. Esta caixa de conexão, com
browser próprio em português, tem entrada para telefone, áudio e vídeo,
impressora, além de um drive para smart card. Ela será fabricada em Manaus
e estará no mercado até o fim de janeiro pela Technostore, com tecnologia
da coreana Daewoo. "O primeiro lote terá 10 mil peças", diz o gerente-geral
da Technostore, Ciro Gambini Filho.

Segundo ele, a Easy Box virá configurada para aceitar impressoras deskjet
da HP e bubblejet da Canon e terá capacidade para armazenar até mil e-mails
em 12 pastas diferentes. O preço sugerido para o usuário final será bem
menor que o de um computador: R$ 599. Porém, o aparelho ainda não permitirá
enviar ou abrir nenhum documento atachado. "Estamos em contato com um
engenheiro que poderá reverter esta situação, possibilitando que qualquer
tipo de documento seja aberto", diz Gambini. O kit possui um teclado
ergométrico sem fio com track ball acoplado, modem interno de 56K e memória
de 16 MB.

A Easy Box é fácil de instalar, bastando conectar o fio do telefone e os
fios da TV. O browser faz automaticamente a carga. A configuração do
provedor de acesso também é fácil, basta saber o user name e a senha. O
acesso pode ser feito por meio de qualquer provedor. "Estamos negociando
uma parceria com um provedor de Internet para um ano de acesso gratuito na
compra de uma Easy Box", diz o gerente-geral da Technostore.

A empresa tem um acordo deste tipo com o provedor de acesso SBT On Line
(SOL), na compra do Digital Audio Player (DAP) que grava e toca música no
formato digital MP3. Ao comprar o aparelho, que custa R$ 399, o usuário
ganha 60 dias de acesso gratuito à Internet.

"Acreditamos que a Easy Box desperte o interesse dos bancos por já possuir
um drive para o smart card", diz Gambini. Ele conta que a Technostore
também está em negociação com um grande banco para difundir o produto no
país. Segundo ele, em 2000, haverá uma grande popularização do smart card,
ou cartão inteligente, em que o correntista carrega de créditos o cartão do
banco, abolindo a necessidade do uso de dinheiro em papel.

O projeto inicial da Technostore para a venda da Easy Box e do DAP consumiu
US$ 4 milhões em investimentos. Formada desde agosto, a empresa, com sede
em São Paulo, pretende vender outros produtos como aparelhos de telefone
residencial e notebooks, todos da Daewoo. A produção dos produtos deve ser
feita no Brasil, porém a venda pode abranger toda a América Latina. A
expectativa da empresa é a venda de 5 mil Easy Box e 2 mil DAPs ao mês.
Além das parcerias, a venda será feita pelo site da Technostore na
Internet, no endereço www.technostore.com.br e pelo varejo.


[Anterior] [Próxima] [Responder] [Início da Mensagem]