hiperCorreio   

Debate Vozes

     
[Anterior] [Próxima] [Responder] [Sem Formatação] [Outros Debates] [Ver Listagem]
Time Warner e AOL anunciam fusão de 350 bilhões de dólares
Remetente: MARCIO  VIEIRA  DE  SOUZA  <mvsouza@eps.ufsc.br>
Data  de  Envio: 2000-01-13  14:57:54.000
Time Warner e AOL anunciam fusão de 350 bilhões de dólares

<Figura>
 Veja também
• AOL Time Warner revolucionará cable modem

• Fusão com Time Warner melhora imagem da America Online


NOVA YORK (CNN) -- A Time Warner, maior companhia de entretenimento do
mundo, e a America Online, a número 1 em provedores de Internet, anunciaram
nesta segunda-feira os planos para uma fusão no valor de 350 bilhões de
dólares.

A nova companhia, que se chamará AOL Timer Warner Inc., terá receita
combinada de 30 bilhões de dólares e assumirá posição de ponta no
desenvolvimento de comunicação interativa.

A AOL oferecerá 1,5 ação para cada uma da Time Warner, o que dará aos
acionistas do provedor 55 por cento de participação na nova companhia..

Com 20 milhões de usuários, a cotação da AOL no mercado atualmente está
fixada em 163 bilhões de dólares. Na oferta pela Time Warner, a companhia
de entretenimento foi avaliada em 150 bilhões de dólares, quase o dobro dos
83 bilhões de dólares cotados no fechamento da última sexta-feira dos
mercados financeiros.

Os bens da Time Warner incluem as revistas Time e Fortune, os estúdios
Warner Bros., a Warner Music Group, a Warner Books e a Turner Broadcasting,
que engloba os canais a cabo CNN, Cartoon Network, TNT, HBO e WB.

Ambas as empresas informaram que suas respectivas diretorias aprovaram por
unanimidade a fusão.

"Essa é a primeira grande combinação entre um companhia on-line e uma
empresa de mídia", comentou o analista Ben Rogoff, da Aberdeen Asset
Management, com sede em Londres. "É o tipo de acordo que todo mundo vai
querer seguir".

O diretor da Time Warner Gerald Levin será o chefe executivo da nova
companhia, que será presidida por Steve Case, da AOL.

"Essa é uma oportunidade única na vida... tornar a Internet tão fundamental
para as pessoas quanto o telefone e a televisão", declarou Case, que se
concentrará no desenvolvimento tecnológico, enquanto que Levin ficará
encarregado de determinar a estratégia e supervisionar a direção da AOL
Timer Warner.

Para Theresa Wise, analista da Andersen Consulting, a fusão não poderia ser
mais conveniente. "Faz muito sentido", disse. "Para a Time Warner,
representa distribuição em massa na Internet e, para a AOL, possibilita
acesso aos ramos nobres do entretenimento".

O acordo, acrescentou Wise, imporá um grande desafio a outras companhias de
mídia e poderá desencadear novas fusões.

 Outras Notícias:

[Anterior] [Próxima] [Responder] [Início da Mensagem]